fbpx

DIRETORA DA ANAC PEDE DEMISSÃO

MEGAEVENTO REÚNE MINISTROS, DIRETORES DE AGÊNCIAS REGULADORAS E EMPRESÁRIOS DO SETOR ENERGÉTICO
27 de agosto de 2007
COMISSÃO DEBATE GESTÃO DE SERVIDORES DE AGÊNCIAS
28 de agosto de 2007
A diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) Denise Abreu pediu demissão nesta sexta-feira. Ela é suspeita de entregar um documento sem validade para convencer a Justiça a liberar o aeroporto de Congonhas(SP) e de fazer lobby para transferir o setor de cargas de Guarulhos e também do aeroporto de Viracopos para Ribeirão Preto, o que beneficiaria um empresário.
 
Denise alega motivos pessoais para deixar o cargo. A carta de renúncia foi entregue pessoalmente ao ministro da Defesa Nelson Jobim na tarde desta sexta. Ela pediu que a carta fosse passada ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. O anúncio foi feito por Kaka Guilhermino, chefe de Comunicação da agência. Denise Abreu prometeu conceder uma entrevista coletiva na próxima segunda-feira, em São Paulo.
 
Mais cedo, a procuradora da República Inês Virgínia Prado Soares havia ajuizado ação cautelar com pedido de liminar para que ela fosse afastada do cargo pelo prazo de 60 dias.
 
Documento
 
O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo apura cível e criminalmente o suposto uso de documento falso pela Anac perante o Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O documento, que ainda não era oficial, teria sido utilizado para que a juíza autorizasse a liberação da pista de Congonhas.
 
Denise afirmou em depoimento à CPI do Apagão Aéreo que o papel não tinha importância para o que estava sendo julgado. "É como se eu mandasse a certidão de nascimento do meu filho com tudo isso", disse durante depoimento.
 
Charuto
 
No dia 30 de março deste ano, quando controladores do Brasil inteiro faziam um motim, a diretora da Anac foi fotografada fumando charuto. Em depoimento à CPI do Apagão Aéreo no Senado ela disse: "não fumo charuto e nunca fumei". Segundo Denise, a foto foi tirada no exato momento em que ela aceitou uma oferenda, em um casamento, e participou de um ritual com os convidados.
 
Leia carta de missão de Denise Abreu:
 
Excelentíssimo senhor ministro da Defesa, Nelson Jobim.
Eu, Denise Maria Ayres de Abreu, venho à presença de vossa Excelência solicitar a minha renúncia ao cargo de diretora da Agência Nacional de Aviação Civil -ANAC, em caráter irretratável, por motivos pessoais.
 
Iso posto requeiro a remessa da presente renúncia ao senhor presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, a quem pessoalmente prestarei os esclarecimentos das razões de ordem pessoal que me levaram a esta decisão.
 
Brasília, 24 de agosto de 2007
Denise Maria Ayres de Abreu
 

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato