fbpx

CAS APROVA O NOME DE HÉSIO DE ALBUQUERQUE CORDEIRO PARA DIREÇÃO DA ANS

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou, também, em sua reunião dessa quarta-feira (15), por unanimidade, a mensagem presidencial indicando o médico e pesquisador Hésio de Albuquerque Cordeiro, para o cargo de diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A indicação ainda precisa ser aprovada em Plenário.
 
Em seu relatório, o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ressaltou a experiência do indicado na área de saúde, em pesquisas sobre políticas de saúde, de medicamentos,e de estudos epidemiológicos relativos à determinação social da doença.
 
Ao falar aos membros da Comissão, Hésio de Albuquerque Cordeiro afirmou que os principais objetivos de sua atuação à frente da ANS serão assegurar a segurança financeira dos planos de saúde, bem como reforçar sua articulação com o Sistema Único de Saúde (SUS) para que as operadoras privadas façam ressarcimento do atendimentos prestados pelo sistema.
 
Hésio de Albuquerque Cordeiro disse que o mais relevante será trabalhar para melhorar o atendimento aos mutuários, através da permanente fiscalização de setor, para evitar a concentração excessiva de mutuários em poucas operadoras. Ele disse que somente 52 operadoras concentram 50% dos beneficiários, quando existem 482 operadoras de planos de saúde no Brasil.
 
A presidente da CAS, senadora Patrícia Saboya (PSB-CE), propôs a realização de um seminário para examinar as difíceis relações entre operadoras e mutuários, com a participação de ampla gama de organizações envolvidas, para que se possam encontrar soluções criativas para o setor, que engloba 45 milhões de brasileiros como usuários dos planos de saúde, além de incontáveis profissionais de saúde e funcionários das operadoras.
 
A CAS aprovou, ainda, um requerimento dos senadores Eduardo Azeredo (PSDB-MG) e Lúcia Vânia (PSDB-GO) para a realização de uma audiência pública conjunta da Subcomissão das Pessoas com Deficiência e da Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) para debater o turismo para pessoas com deficiência.
 
Entre os convidados estão representantes dos Ministérios do Turismo, dos Transportes e das Cidades, da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) e da Indústria Brasileira de Hotéis e do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência (Conade).
 

 

LOGIN