fbpx

SINDICATO QUER FIM DE DISTORÇÃO SALARIAL EM AGÊNCIAS

SERVIDORES DE AGÊNCIAS REGULADORAS QUEREM DISCUTIR MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO
30 de agosto de 2007
FUNCIONÁRIOS DE AGÊNCIAS APRESENTARÃO PROPOSTAS AO GOVERNO
30 de agosto de 2007
Tempo real – 30/08/2007 11h58
O presidente do Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências), João Maria Medeiros de Oliveira, defendeu a criação de novas carreiras de estado para as agências reguladoras federais com subsídios entre R$ 5,4 mil a R$ 8,3 mil para nível médio e de R$ 10,4 mil a R$ 16,2 mil para nível superior. Segundo ele, essa nova carreira acabaria com as distorções de remuneração entre servidores do quadro efetivo (concursados) e entre esses e o quadro específico (servidores redistribuídos de outros órgãos para as agências). A medida também amenizaria ou reduziria a evasão dos concursados, que em algumas agências chega a 40%.
  
Em audiência da Comissão de Trabalho, o presidente do sindicato também criticou o contingenciamento de recursos feito pelo governo federal e declarou que essa prática, em alguns casos, impede a fiscalização. Ele lembrou que, no ano passado, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) chegou a suspender atividades de campo por falta de dinheiro para pagar diárias.
  
A audiência sobre carreiras de agências reguladoras prossegue no plenário 12.
  
  

Sua filiação é importante para o fortalecimento de toda a categoria!
Clique aqui e filie-se ao Sinagências

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato