fbpx

SINDICATO QUER FIM DE DISTORÇÃO SALARIAL EM AGÊNCIAS

Tempo real – 30/08/2007 11h58
O presidente do Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências), João Maria Medeiros de Oliveira, defendeu a criação de novas carreiras de estado para as agências reguladoras federais com subsídios entre R$ 5,4 mil a R$ 8,3 mil para nível médio e de R$ 10,4 mil a R$ 16,2 mil para nível superior. Segundo ele, essa nova carreira acabaria com as distorções de remuneração entre servidores do quadro efetivo (concursados) e entre esses e o quadro específico (servidores redistribuídos de outros órgãos para as agências). A medida também amenizaria ou reduziria a evasão dos concursados, que em algumas agências chega a 40%.
  
Em audiência da Comissão de Trabalho, o presidente do sindicato também criticou o contingenciamento de recursos feito pelo governo federal e declarou que essa prática, em alguns casos, impede a fiscalização. Ele lembrou que, no ano passado, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) chegou a suspender atividades de campo por falta de dinheiro para pagar diárias.
  
A audiência sobre carreiras de agências reguladoras prossegue no plenário 12.
  
  

Sua filiação é importante para o fortalecimento de toda a categoria!
Clique aqui e filie-se ao Sinagências

LOGIN