ANT – Reunião com Ministro da Infraestrutura

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Ministro da Infraestrutura recebeu em audiência Carlos Jordy e o Sinagências para tratar sobre a proposta da Agência Nacional de Transporte

 

O Ministro de infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas recebeu na manhã desta quarta-feira (23), em seu gabinete ministerial em Brasília, o deputado federal e também servidor de carreira da Antaq, Carlos Jordy (PSL.RJ) e o presidente do Sinagências, Alexnaldo Queiroz, em audiência para tratar sobre o debate da extinção das Agências: ANTT e ANTAQ e da criação de uma Agência Nacional de Transporte.

O tema tem tido muita atenção dos servidores destas Agências e começou a ser posto pelo atual Governo Federal ainda no período de transição.

O deputado Carlos Jordy pediu a audiência para abrir o diálogo com o Ministro, apresentou também projetos para o setor e colocou seu mandato, juntamente com os servidores e o Sinagências à disposição para as contribuições necessárias e o aprofundamento do debate a respeito desta propositura do Governo.

“Queremos contribuir muito para a sociedade brasileira e isso passa pela questão das Agências e do fortalecimento delas, pela mudanças necessárias principalmente sobre suas questões políticas e pela valorização dos seus servidores”, disse o parlamentar.

Logo no início, Tarcísio Gomes ressaltou a importância do setor. “A regulação é muito importante para o desenvolvimento brasileiro. As Agências Reguladoras infelizmente ficaram a ‘reboque’ por um bom tempo, mas sei que existem servidores extremamente competentes nestes órgãos. Precisamos de agências fortes tanto político como financeiramente”, declarou o ministro de infraestrutura.

Questões relacionadas ao desenvolvimento do mercado aquaviário e transporte terrestre foram debatidas e o ministro disse que mecanismos para incentivar esses mercados estão sendo pensados.

Ainda uma das preocupações dos servidores sobre a possível extinção das carreiras tanto de efetivos como dos não efetivos também fez parte da reunião. Neste âmbito, o ministro declarou que não haverá extinção e que a ideia é transformar e ampliar a competência dos cargos para que no futuro seja possível a transversalidade dos cargos.

O ministro ainda reiterou que buscará o consenso e a importância de todos os setores estarem juntos e envolvidos neste entendimento será imprescindível para que o projeto de uma Agência Nacional de Transporte.

Também disse que tais ações serão feitas de forma uniforme com os entes envolvidos e destacou a importância de um parlamentar de carreira estar envolvido nos debates junto ao setor e também junto ao Congresso.

Para o presidente do Sinagências, Alexnaldo Queiroz, a audiência realizada hoje foi muito produtiva pois foi além do debate sobre a Nova Agência de Transporte; também refletiu o entendimento institucional de trabalhar um projeto de renovação do setor da regulação como uma das prioridades para a confiabilidade do mercado, principalmente no tocante a garantia autonomia técnica e orçamentária.

“Achei positiva a reunião. Foi muito importante ouvir do ministro a proposta de consenso sobre o tema e também trabalhar com o fortalecimento das carreiras e das Agências. Isso demonstra que é um projeto audacioso e irá impactar positivamente na sociedade e caso se realize será fundamental para o servidor.”

Ao final o ministro disponibilizou ainda sua assessoria para a continuação dos debates com os servidores e novas audiências serão futuramente marcadas.

Fonte : Ascom/Sinagências

Share.

Comentários desabilitados.