fbpx

GREVE NAS AGÊNCIAS REGULADORAS REPERCUTE NO LEGISLATIVO DO PIAUÍ

SINDICATO GARANTE ATENDIMENTO À POPULAÇÃO
23 de abril de 2006
AGENDA DO COMANDO NACIONAL DE GREVE
24 de abril de 2006
A greve geral deflagrada pelos servidores da ANATEL e ANVISA no Piauí desde o dia 27 de março, que acompanha paralisação nacional das 10 agências reguladoras do país, repercutiu hoje(17/04) na Assembléia Legislativa.
 
A deputada Flora Izabel, que é ligada aos servidores federais, aprovou requerimento pedindo que o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, abram uma mesa de negociação permanente com os trabalhadores das Agências Reguladoras. Ela disse a solicitação visa evitar prejuízos aos setores como de exportações e importações de remédios e alimentos e de segurança aérea que dependem dessas agências para funcionar a contento.
 
No Piauí, segundo a deputada Flora Izabel a greve geral nas Agências Reguladoras já atinge o funcionamento da ANATEL, que é responsável pelo funcionamento de equipamentos de segurança de aeronaves, e da ANVISA, que além de fiscalizar o setor de medicamentos e alimentos, é responsável no Estado pela inspeção de todos os produtos de origem vegetal e animal destinados às exportações. “Como produtores piauienses já exportam para vários países, o Piauí pode ser prejudicado caso a greve permaneça por mais tempo sem a devida solução. Cabe também às diretorias dessas agências reguladoras, que funcionam independentes do governo, buscarem uma solução para a paralisação”, acrescentou Flora Izabel.
 
Estão em greve as agências ANATEL, ANEEL, ANVISA, ANTAQ, ANTT, ANA, ANAC, ANS, ANCINE E ANP. “Dentre outras reivindicações, os servidores querem equiparação das remunerações entre servidores antigos e novos. Há a reclamação de que os novos servidores estão entrando nas agências com salários superiores aos daqueles que estão nas agências com muito mais tempo. Querem também a equiparação da carreira da regulação federal com as demais carreiras de regulação/fiscalização da administração pública federal”, explicou Flora.
 
A deputada disse que o governo já realizou reunião com o comando de greve, mas não houve avanços nas negociações. Na próxima quarta-feira, segundo Flora Izabel, haverá uma plenária de todos os servidores das agências que estão em greve, onde será decidido sobre os rumos do movimento. “Vamos acompanhar o desenrolar dos acontecimentos. Torcemos que os servidores tenham suas reivindicações atendidas e que a sociedade não tenha prejuízos. O governo, apesar de não ter uma gerência direta sobre as agências reguladoras, demonstrou interesse de solucionar o impasse o quanto antes. O que estamos pedindo é que o governo instale uma mesa de negociação permanente para que a pauta de negociação seja discutida com a participação da direção de todas as agências e dos ministérios ligados à questão”, declarou Flora.
 
Fonte: TV Cidade Verde

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato