fbpx

ANVISA SUSPENDE 130 PRODUTOS SEM REGISTRO

Sinagências apresenta pauta de reivindicações à Anatel
29 de junho de 2007
Nova diretoria executiva do Sinagências se reúne pela primeira vez
29 de junho de 2007
A Anvisa determinou nesta quarta-feira (27) a suspensão da fabricação, comércio e uso de mais de 130 produtos por não possuírem registro. Entre eles estão os produtos Ginkgo Biloba, Castanha da Índia, Cápsula de Alho e Extra Emagrecedor em cápsulas, da empresa Apiários Bela Vista (RE 1.059), de Bela Vista de Minas (MG).
 
Da empresa Paschoal Calvano (RE 1.861), de Pacajus (CE), estão suspensos os seguintes produtos: Desinfetante Citronela Redil, Lava Louças Baronesa Limão, Pinho Baronesa Neutro, Baronesa Fresh, Amaciante de Roupas Baronesa, Pinho Baronesa Limão, Lavanda Redil e Desodorante Sanitário Baronesa Floral.
 
Os produtos Affinato Anticelulítico e Affinato Shampoo Anticaspa Condicionador, produzidos por Shayanny Indústria e Comércio de Indústria de Cosméticos (RE 1.856), de Goiânia (GO), também não possuem registro, assim como o medicamento Verpiox (Ivermectina), fabricado pela empresa Instituto Nacional de Quimioterapia (RE 1.869), de São Paulo (SP).
 
Também estão suspensos os seguintes produtos fabricados pela empresa Izaquel Martins Rosa (RE 1.862), de Ribeirão Preto (SP): Criocautério Ginecológico CMG-2, Caneta para Bisturi, Cardiotocógrafo MF 501, Pistola para Punção de Mama, Transdutor para MF501, Detector Fetal 4000, Detector Fetal 4001, Detector Fetal 4004MP, Doppler Vascular Dv 600 e Doppler Vascular Dv 900.
 
Foi determinada ainda a suspensão da comercialização e uso dos produtos: Cianidin (Cimetidina) 200 mg, fabricado pela empresa Companhia Brasileira de Antibióticos – Cibran (RE 1.870), do Rio de Janeiro (RJ); Xarope Peitoral de Ameixa Composto Simões e Cerus Solução Oral Simões, do Laboratório Simões (RE 1.867), do Rio de Janeiro (RJ). Nenhum desses produtos possui registro.
 
A Agência determinou ainda a suspensão da fabricação, distribuição, comércio e uso de 63 produtos fabricados pela empresa Bioshop Produção e Comércio de Reagentes para Laboratório (RE 1.858), de Goiânia (GO). Desses produtos, 42 não possuem registro e 21 vinham sendo comercializados com registro vencido.
 
Empresas
 
Também foi determinada a suspensão da fabricação, comércio e uso, por não possuir registro, de todos os saneantes fabricados pelas empresas Indusnatu Ind. E Com. de Produtos Naturais (Re 1.860), de São Luis (MA); e Klimp Comércio e Indústria (RE 1.863), de Brasília (DF).
 
Estão suspensos ainda todos os produtos sob vigilância sanitária fabricados pelas empresas Kingston Chemical Produtos Químicos (Re 1.864), de Nova Iguaçu; e pelo Laboratório Pará (Re 1.865), por não possuírem registro e autorização de funcionamento.
 
Foi determinada ainda a suspensão da fabricação, comércio e uso de todos os medicamentos fabricados pelas empresas Poly Flora Produtos Naturais (RE1.859), de Cachoeira de Itapemirim (ES); e Kingston Chemical Produtos químicos (Re 1.868), de Nova Iguaçu (RJ). Nenhum desses produtos possui registro.
 
Todos os produtos para a saúde fabricados pela empresa Idusmaq Comércio de Equipamentos Médicos e Odontológicos (RE 1.866), de Ribeirão Preto (SP), também estão suspensos, por não possuir autorização e registro.
 

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato