fbpx

ANVISA REGULAMENTA BANCOS DE FERTILIZAÇÃO HUMANA

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA FÓRUM SOBRE AS AGÊNCIAS REGULADORAS
20 de fevereiro de 2006
PRESIDÊNCIA DA ANATEL SERÁ DEFINIDA LOGO, DIZ RENAN
21 de fevereiro de 2006
Com o objetivo de garantir a qualidade e a segurança no processo de reprodução humana assistida, a Anvisa publicou, nesta segunda-feira (20), a Resolução RDC nº 33, que dispõe sobre o funcionamento de Bancos de Células e Tecidos Germinativos (BCTG). A resolução preenche uma lacuna legal. No Brasil, a única regulamentação em vigor para os serviços prestados pelos BCTGs era a resolução do CFM nº 1358/92, que estabelece normas éticas para o setor.
 
Os BCTG trabalham com sêmen, óvulos, tecidos ovariano e testicular. Entre suas atividades estão a coleta, o processamento, o armazenamento, o descarte e a liberação de amostras para inseminação artificial. A seleção e análise dos candidatos à doação de células e tecidos germinativos também são atribuições dos BCTGs.
 
A nova resolução estabelece regras referentes à Infra-estrutura física, à ambientação das salas, à mão-de-obra e aos equipamentos dos bancos. Os critérios para seleção de doadores, coleta de tecidos, transporte do material, processamento, preservação e armazenamento também estão contemplados na legislação.
 
Fonte: Agência Saúde

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato