fbpx

ANP ANALISA DOCUMENTOS PARA CONSTRUÇÃO DE REFINARIA EM SERGIPE

Diferenças entre insalubridade e periculosidade
4 de novembro de 2006
ANTT VAI PEDIR À JUSTIÇA A VOLTA DA PASSAGEM GRATUITA PARA IDOSOS
6 de novembro de 2006
por Secom 
A Agência Nacional de Petróleo (ANP) já está analisando os documentos encaminhados pela Refinaria Atlântico Sul S/A, para construção de uma refinaria de petróleo em Sergipe. Dentro em breve será divulgado no Diário Oficial da União o parecer favorável ou não à obra.
 
A equipe técnica responsável pela análise dos documentos está verificando se a Refinaria Atlântico Sul cumpriu a Portaria 28, de 05 de fevereiro de 1999, da ANP. Caso aprove a construção, a ANP, posteriormente, fará uma visita à área e autorizará o funcionamento da indústria, caso esteja dentro da legislação federal. A equipe não tem um prazo determinado para a análise dos documentos.
 
Em setembro passado, o governador João Alves Filho assinou protocolo de inteções com um grupo de empresários europeus, para construção de uma refinaria de petróleo em Sergipe, especificamente na Barra dos Coqueiros, na área onde se localiza o Pólo Cloroquímico. Após a assinatura, o grupo providenciou a documentação exigida pela ANP para construção de uma refinaria, e a encaminhou ao órgão.
 
A refinaria, orçada em U$ 1,8 bilhão, vai gerar quatro mil empregos diretos e milhares indiretos em 3,4 anos de construção. O petróleo a ser refinado virá da Costa Oeste africana. O empreendimento tem capacidade de processar dez milhões de toneladas/ano de óleo cru, que serão posteriormente vendidos para a Europa.
 
O investidor europeu David Wood, afirmou na ocasião da assinatura do protocolo, que além do inquestionável retorno econômico para o Estado, a refinaria transfomará Sergipe numa região de excelência científica, ao abrigar grandes profissionais que dominam a tecnologia de ponta no campo petrolífero.
 

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato