fbpx

ANM permanece em alerta nas localidades afetadas pelas enchentes em MG

Prorrogação do exercício de servidor ANTT
24 de janeiro de 2022
Atendendo ao pedido do Sinagências, curso de agente de trânsito é aprovado e com pagamento de gratificação
24 de janeiro de 2022

Sabendo que a capital mineira tem sido foco de grandes quantidades de precipitação nos últimos meses, a equipe de segurança de barragens da Agência Nacional de Mineração – ANM – já está em alerta devido aos avisos de segurança emitidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE- e pelo Sistema de Meteorologia de Minas Gerais. Por conta das intensas chuvas, as atividades de exploração de minérios  foram  interrompidas. Além do mais, o estado de conservação das estruturas responsáveis por realizar a contenção dos rejeitos foi prejudicado ao redor da região do Quadrilátero Ferrífero, o que torna a situação ainda mais delicada.

Desde a primeira semana de janeiro, a GSBM (Gerência de Segurança de Barragens de Mineração) e a DISBM-MG (Divisão de Segurança de Barragens de Mineração em Minas Gerais) têm acompanhado e fiscalizado todas as estruturas danificadas que se enquadram no status emergencial. A Defesa Civil Nacional e o CENAD, o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, também estão auxiliando nesta importante missão para resguardar a saúde do meio ambiente e da população.

Embora as demais barragens de mineração brasileiras não apresentem riscos de rompimento, a ANM está verificando constantemente a situação das mesmas através do Sistema Integrado de Gestão de Barragens de Mineração, o SIGBM.

Já em Minas Gerais, não foi identificado até o momento anomalias decorrentes de pluviosidade nas barragens. O alerta de chuvas da ANM pode ser consultado através do link www.gov.br/anm/pt-br.

Fonte: Ascom/Sinagências

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp chat