fbpx

Aneel teve metade dos recursos contingenciados em 2011

Convênio Bancorbrás – Novembro de 2012
23 de novembro de 2012
Rio de Janeiro: Assembleia Geral no dia 27/11 (terça-feira), às 12h30
23 de novembro de 2012

A Agência Nacional de Energia Elétrica teve um orçamento autorizado de R$ 445,882 milhões no ano passado, mas R$ 223,350 milhões foram parar na reserva de contingência, ou seja, metade dos recursos não puderam ser usados, segundo o Relatório Aneel 2011 publicado pelo órgão regulador. A arrecadação global da Aneel ficou em R$ 488,93 milhões, com destaque para a Taxa de Fiscalização de Serviços de Energia Elétrica, que alcançou R$ 464,35 milhões, 20,37% superior a 2010.

O montante de R$ 222,532 milhões liberados foram usados na rubrica pessoal e encargos sociais e na outras despesas correntes e investimentos.

O balanço da Aneel mostra que foram realizadas 109 ações de fiscalização no setor de transmissão, em lugar das 50 programadas, e 256 na distribuição, contra 180 previstas, em decorrência da ocorrência de vários desligamentos não programados e de longa duração. No total, a Aneel realizou 1.868 ações de fiscalização de obras, instalações e serviços e dos aspectos econômicos e financeiros das concessões.

Além disso, a Aneel outorgou 6.200 MW de capacidade instalada, dos quais 37,76% de eólicas, e 3,2 mil quilômetros de linhas de transmissão. No ano passado, entraram em operação 4.700 MW, sendo 51% de termelétricas, e 2,7 mil km de linhas. Para acessar o relatório completo, clique aqui.

Fonte: Agência CanalEnergia, Regulação e Política

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato