General de Brigada Médico Paulo Sérgio Sadauskas é indicado para a diretoria da ANVISA

Deputado Federal, Júlio César (PRB.DF) recebe demandas dos servidores da Regulação
14 de fevereiro de 2019
Membros do Sinagências visitam Agências em São Paulo
18 de fevereiro de 2019

FOTO REPRODUÇÃO FACEBOOK

O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, em mensagem de nº 45, publicada Diário Oficial da União (DOU) indicou nesta sexta-feira (15), o nome do general de Brigada Médico Paulo Sérgio Sadauskas, para a diretoria da ANVISA.

Esta é a primeira indicação do presidente para uma agência reguladora. Para a entidade que em sua plataforma defende a autonomia técnica e contra a ingerência política nas Agências, pela primeira vez um indicado para uma Agência Reguladora não vir de partido político é considerado um avanço.

A vaga para a diretoria da ANVISA estava aberta desde o fim do governo Michel Temer, quando o ex-presidente tentou a indicação nas últimas semanas de dezembro, do ex-deputado, processado por diferentes crimes André Moura (PSC-SE) no cargo.

Há época, o Sinagências e a Univisa; juntamente com os servidores repercutiram intensamente o desprestígio notório da referida indicação e após pressão, também junto à imprensa, Moura teve seu nome retirado.

Ainda na véspera do Natal no ano passado, o próprio presidente anunciou em suas redes sociais que faria uma indicação técnica. Formado em medicina e com especialização em administração hospitalar, Sadauskas entrou no Exército em 1988, já como oficial médico. É natural de São Caetano do Sul, São Paulo, e se formou na Faculdade de Medicina de Jundiaí.

Foi comandante da Escola de Saúde do Exército entre 2012 e 2013 e chefe de gabinete da Diretoria de Saúde do Exército em 2015, onde atualmente é subdiretor técnico.

O Sinagências marcará uma audiência com o General para buscar mais informações e deseja sucesso. A sabatina no Senado ainda será marcada.

Fonte : Ascom/Sinagências

 

Os comentários estão encerrados.