fbpx

Técnicos do BC param por modernização da carreira

Deu na imprensa: Sinagências aponta déficit de pessoal
28 de maio de 2014
Ato Público pela votação e aprovação da PEC 555/2006 na Câmara, nesta quinta-feira (29)
28 de maio de 2014

Técnicos do Banco Central (BC) realizam nesta quarta-feira (28) paralisação de 24 horas para reivindicar a modernização da carreira. Eles querem que se exija nível superior nos concursos do BC para esses cargos, em vez de nível médio. Atualmente, só se exige nível superior para analistas.

Segundo o presidente do Sindicato dos Técnicos do Banco Central em Brasília, José Willekens Brasil, existem hoje desvios de função no BC, com analistas exercendo as mesmas funções dos técnicos, mas com salário maior. Atualmente, os técnicos recebem 38% do salário dos analistas. De acordo com Willekens, se for exigido nível superior para técnicos, o salário aumenta.

O próprio Banco Central já elaborou notas técnicas, sugerindo a mudança, mas “não houve vontade política”, de acordo com Willekens. Segundo uma dessas notas técnicas, de 2006, repassada pelo sindicato, ao longo dos anos, a instituição assumiu novos desafios, sendo necessário o “enriquecimento” do trabalho dos técnicos.

Ainda de acordo com Willekens, depois de denúncia do sindicato, o BC foi notificado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o desvio de funções na autarquia. O BC informou, por meio da assessoria de imprensa, que não fará comentários sobre o assunto, nem sobre a possível paralisação.

Willekens disse que o BC tem cerca de 560 técnicos e que a paralisação poderá afetar, por exemplo, a distribuição de dinheiro nas capitais e a segurança nos prédios da autarquia.

Com informações da Agência Brasil

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato