fbpx

Sinagências participa de audiência pública em apoio à aprovação da PEC nº 339/09, sobre adicional noturno

Nota sobre o levantamento da Anatel de servidores interessados em programa de mestrado coordenado pela UIT
27 de maio de 2014
Deu na imprensa: Sinagências aponta déficit de pessoal
28 de maio de 2014

A convite do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais de São Paulo (Sinprf-SP), dirigentes do Sinagências compareceram à Audiência Pública em apoio à aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n° 339/09, de autoria do Deputado Federal Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT-SP), que assegura o direito de adicional noturno aos servidores públicos das carreiras policiais, além dos integrantes das demais carreiras públicas. A atividade ocorreu na sexta-feira passada (23), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

Vicentinho fez uma breve apresentação da PEC 339/09, destacando os objetivos principais da proposta e o encaminhamento para a apreciação pela Câmara.

Na ocasião, o deputado destacou que, por volta de 2001, iniciaram-se debates políticos acerca da equiparação salarial dos servidores de diferentes carreiras, mas que exercem funções similares no Poder Público. “Porém, tal tema não foi concluído até o momento”, disse.

Vicentinho apresenta os pontos principais da PEC 339/09

Convidado a integrar a mesa, o vice-presidente do Sinagências, Wellington Batista Aguilar, fez uma apresentação sobre o Sindicato Nacional, o setor regulado, a importância das Agências Reguladoras Federais para o cidadão brasileiro, e abordou a pauta de luta dos reguladores. Wellington Batista ofereceu apoio às entidades presentes para a aprovação das pautas de reivindicações que estavam em discussão.

Wellington Batista Aguilar, vice-presidente do Sinagências

Além do Sinprf-SP e do Sinagências, participaram da Audiência as seguintes entidades representativas: Fenaprf, Sindreceita, Sindfisco, Sindpolf-SP e o Sindicato dos Policiais Civis de São Paulo.

Deputado Federal Vicentinho (PT-SP), Wellington Batista de Aguilar e Anésio Evangelista de Oliveira Filho (Sinagências)

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato