SINAGÊNCIAS CONTRA DEPRESSÃO – Live irá tratar sobre os sintomas da depressão e como tratá-los em casa em época de pandemia

CHAPA1 #juntosnaregulacao vence as eleições do Sinagências
3 de setembro de 2020
Setembro, o mês da Independência da Regulação!
10 de setembro de 2020

Com a participação da psiquiatra Dra. Eliane Vida, diretora de Saúde Mental da Secretaria de Saúde do DF, a live, será veiculada nesta sexta (04) pelas redes sociais e pelo canal do You Tube do Sinagencias

 

O isolamento social está sendo um momento de grandes dificuldades em vários setores da vida, inclusive na saúde mental. Pensando em formas de contribuir   com a qualidade de vida dos servidores, e da população como um todo, o Sindicato das Agências Reguladoras  realiza nesta sexta-feira (04.09), a partir das 17h, mais uma live dentro das ações programadas da campanha Sinagências Contra a Depressão. Com o tema “Os sintomas da depressão e como tratá-los em casa em época de pandemia”, o bate papo que será mediado pelo presidente da entidade, Alexnaldo Queiroz de Jesus e contará com a participação da convidada, Dr. Eliane Bida, diretora de Serviços de Saúde Mental da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

A campanha está inserida dentro da programação do Setembro Amarelo, que visa prevenir e combater o suicídio. “Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtornos e abuso de substâncias. Acreditamos, porém, que o suicídio por ser prevenido”, afirma o presidente do Sinagencias, Alexnaldo Queiroz.

Durante a live, veiculada pelas redes sociais e canal do You Tube do Sinagencias, a Dra. Eliane Bida, que conta com experiência na área da Psiquiatria nos mais diversos níveis de atenção (emergência, ambulatorial e em interface com outras especialidades), vai trazer orientações para quem está enfrentando sofrimento psicológico ou tem familiares nesta situação. “O acesso a informações como estas são importantes para que as pessoas possam agir e tomar algumas atitudes para minorar a situação ou mesmo para entender quando é  necessário buscar um acompanhamento profissional com pessoas habilitadas para uma escuta terapêutica.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), os casos de depressão dobraram desde o início da quarentena. Entre março e abril, o percentual de pessoas com depressão saltou de 4,2% para 8,0%.  “Os dados são muito altos e nos desperta para ações de conscientização sobre os sintomas da depressão e como tratá-los em casa. É preciso compreender que esta é uma condição muito comum e que pode acometer qualquer pessoa”, alerta o presidente do Sinagencias, Alexnaldo Queiroz.

Serviço:

Live irá tratar sobre os sintomas da depressão e como tratá-los em casa em época de pandemia

QUANDO: Sexta-feira (04/09)

HORÁRIO: 17h

ONDE: Facebook: https://www.facebook.com/sinagencias1/  e Youtube: https://www.youtube.com/sinagencias

Os comentários estão encerrados.