Ministério da Infraestrutura lança Radar Anticorrupção

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Iniciativa prevê acordo de cooperação técnica com Ministério da Justiça, Controladoria-Geral da União, Advocacia Geral da União e Polícia Federal (PF)

O Ministério da Infraestrutura (MInfra) lançou, nesta terça-feira (7), o programa Radar Anticorrupção, que busca fortalecer o compromisso do Governo Federal no combate à fraude e à corrupção dentro do ministério e de órgãos federais vinculados à pasta. A nova medida será desempenhada em cooperação com os ministérios da Justiça e Segurança Pública (MJ), Controladoria-Geral da União (CGU), Advocacia-Geral da União (AGU) e Polícia Federal (PF).

De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o programa marca a postura de um governo que veio para mudar o país. “O nosso negócio é credibilidade. É uma sinalização muito positiva ter um programa de integridade, no qual as pessoas têm os canais corretos para fazer denúncias e as condutas erradas possam ser punidas”, declarou.

O evento de lançamento do programa contou com a presença dos ministros Sergio Moro (MJ) e Wagner Rosário (CGU), e do advogado-geral da União, André Mendonça. Para o ministro da Justiça, a iniciativa é louvável. “Fico muito feliz em ver que um Ministério tão estratégico, como é o da Infraestrutura, esteja trabalhando neste tipo de ação”, disse.

O ministro da CGU também parabenizou o trabalho do MInfra em relação ao combate à corrupção no poder público e às iniciativas para melhorar a gestão dos recursos públicos. “Quanto mais não temos controle, mais os recursos tomam destino que não são vinculados à finalidade pública”, reforçou Rosário.

O programa será composto por quatro pilares: Conexão Integridade; Profissionais do Progresso; Canal Transparência; e Guia de Conduta Ética. O programa está subordinado à Subsecretaria de Governança e Integridade, comandada por Fernanda Oliveira, delegada da Polícia Federal cedida ao Minfra em fevereiro deste ano para coordenar o setor. “Vamos atuar de forma enérgica no combate aos mais variados tipos de corrupção e desvio de conduta que cheguem ao conhecimento do Ministério por meio dos canais de denúncia, dando encaminhamento célere e qualificado aos demais órgãos de defesa do Estado, incluindo os que fazem parte do Acordo de Cooperação Técnica concebido no Pograma de Prevenção à Corrupção do MInfra.”

Conexão Integridade

Integração do Ministério da Infraestrutura com MJ, CGU, AGU e PF em um novo canal de troca de informações no combate à corrupção em processos de seleção e em casos que configurem crimes ou irregularidades administrativas.

Profissionais do Progresso

Adoção de critérios técnicos e éticos para a escolha de profissionais aptos ao serviço público de acordo com as funções desempenhadas.

Canal Transparência

Política de estímulo a denúncias de corrupção através da reformulação dos canais oficiais (E-Ouv, E-mail ou telefone) com a garantia do sigilo do denunciante.

Guia de Conduta Ética

Uma nova apresentação de diretrizes de boas práticas para servidores e uma campanha de divulgação com princípios éticos e formas de prevenção a atos de corrupção.

“Criamos uma subsecretaria voltada para o combate à corrupção no setor justamente para que possamos formular medidas eficazes e duradouras de governança. Queremos deixar um legado de boas práticas que perdure como política de Estado para a infraestrutura”, explicou Freitas.

Fonte: Ministério da Infraestrutura 

 

Share.

Comentários desabilitados.

Entre em contato