segunda-feira, novembro 12

ELEIÇÕES 2018 – Leila do Vôlei esteve no Sinagências e conheceu os pleitos da categoria

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A candidata a uma das vagas ao Senado, pelo Distrito Federal, Leila do Vôlei (PSB), foi recebida pelo presidente do Sinagências, Alexnaldo Queiroz, na manhã, desta quarta-feira (12), na sede do sindicato, em agenda institucional que a entidade está realizando com candidatos a cargos eletivos de 2018.

Durante a reunião, o presidente apresentou a candidata os atuais pleitos da categoria reguladora, o projeto de Regulação Nacional Forte entregou os documentos relacionados aos pleitos que a entidade tem defendido e pediu apoio da candidata para contribuir politicamente neste contexto, caso seja eleita.

Em pesquisa encomendada pelo Correio Braziliense e realizada pelo Instituto Opinião de hoje, a candidata aparece em 2º lugar, com 24,1% das intenções de votos.

Em sua fala, o presidente comentou sobre a importância em se debater mais no âmbito do Congresso Nacional, os temas da Regulação. “Há uma carência de mais entendimento por parte do senado para discussões técnicas sobre o impacto regulatório e o porquê uma agência tem determinada tomada de decisão”, destacou ele.

Durante a apresentação dos pleitos da categoria e do projeto de Regulação Forte Alexnaldo Queiroz comentou que é necessário à melhoria deste diálogo entre as instituições e reconheceu que ainda imprescindível avançar na comunicação entre as instituições.

Leila do Vôlei é uma postulante nova a uma das vagas no Senado, pelo Distrito Federal, neste âmbito, além de sua pauta tradicional, a candidata sinalizou positivamente ao conhecer as pautas e as temáticas tratadas pelo Sinagências.

Ao final a candidata agradeceu o convite feito para visitar a sede e disse que as sugestões e orientações que teve foram importantes para alinhar também a carta de princípios de sua campanha.

“As sugestões e orientações que tive aqui com vocês são excelentes. O trabalho das Agências é fundamental para o equilíbrio na prestação de serviços essenciais para a sociedade”, comentou a candidata.

Ao final, após se inteirar mais detalhadamente dos pleitos do setor da regulação, segundo a candidata o diálogo que foi aberto hoje terá um segundo momento para mais conversas sobre os temas tratados, “estou querendo mesmo representar e ter a legitimidade de buscar pleitos que realmente são importantes para a sociedade e envolvem o país.”

Fonte : Ascom/Sinagências

Share.

Comentários desabilitados.