fbpx

Cerimônia será realizada em Brasília

Convite – Cerimônia de Posse Sinagências
4 de julho de 2017
EDITAL nº 001/2017 DE CONVOCAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL DO TRIÊNIO 2017/2020
6 de julho de 2017

Posse da Nova Diretoria Executiva do Sinagências será dia 06 de julho
 

O presidente eleito do Sinagências, Alexnaldo Queiroz, junto com os novos membros da Nova Diretoria Executiva (DEN) e Conselho Fiscal do Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências) tomarão posse nesta quinta-feria (06), às 19h30, no Carlton Hotel, em Brasília. Eleitos para o triênio 2017/2020, a nova gestão que assumirá tem como prioridade a defesa da autonomia técnica, a equiparação com os cargos do Ciclo de Gestão, a busca do diálogo e a transparência da Gestão do Sindicato.

Para o presidente eleito e especialista em regulação da Ancine, Alexnaldo Queiroz, o exercício do ouvir, cooperar, compartilhar para chegar mais próximo ao servidor, ao filiado e a possíveis filiados será determinante.   “A nossa gestão buscará os meios adequados para aquilo que o filiado quer e espera, no intuito de chegarmos aos fins propostos pela categoria. Assim, a prioridade será a transparência e a defesa das Agências,” comenta, Alexnaldo Queiroz.  Alexnaldo também considera que o atual cenário e os desafios postos como a Reforma da Previdência, as equiparações com os cargos do Ciclo de Gestão, as desigualdades internas existentes jogam luz para a necessidade de compreensão nos discursos e da união do comum baseada no diálogo.

A defesa contínua da autonomia técnica visando o fortalecimento das Agências Reguladoras e a importância do seu papel para a sociedade torna-se cada vez mais necessária para o fortalecimento institucional da entidade nas pautas da Categoria.  

Alguns primeiros passos como o Seminário Integridade, Compliance e Regulação Federal, realizado em maio, na ANVISA e a Audiência Pública “Agências Reguladoras empoderadas, mercado equilibrado”; marcada para próxima terça-feira (11.07), às 9 horas, na Câmara Federal, além do trânsito no Congresso Nacional em defesa das pautas das Agências Reguladoras são ações iniciais.  O Sindicato também vem se aproximando de entidades mais técnicas, personalidades que priorizam o conhecimento regulatório e pretende colaborar com a sociedade sendo referência ética e teórica.   “O Sindicato de uma categoria tão qualificada tecnicamente precisa mudar suas práticas baseadas em discursos, para ações mais científicas, como as notas técnicas, estudos e análises dentro de um prazo razoável”, analisa o especialista em regulação”, finaliza Alexnaldo Queiroz. 

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato