“As Agências devem ser desburocratizadas, ter o apoio do governo e do parlamento para colocarmos o Brasil para frente” diz Presidente Bolsonaro em coletiva de imprensa

COLETIVA DE IMPRENSA – Presidente Bolsonaro declara que vai obedecer critérios técnicos para direção das Agências
16 de janeiro de 2020
Edital de Assembleia Estadual dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação – MATO GROSSO
17 de janeiro de 2020

Presidente também falou sobre questões relacionada a Anvisa e indicações da Ancine

O presidente da República Jair Bolsonaro afirmou, em resposta a Assessoria de Comunicação (Ascom) do Sinagências  que “as Agências Reguladoras devem ser desburocratizadas, ter o apoio do governo e do parlamento para colocarmos o Brasil para frente”. A declaração foi feita nesta quinta-feira (16/01), em coletiva de imprensa, no Palácio da Alvorada. Na ocasião, o presidente Bolsonaro voltou a falar das tratativas com a diretoria da Anvisa, acerca da liberação de medicamento que pode curar fraturas da coluna cervical. A Ascom do Sinagências também questionou o presidente sobre possíveis indicações na diretoria da Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Veja na íntegra*:

Ascom do Sinagências: Presidente, sobre a agenda institucional de hoje com o Diretor-Presidente Substituto da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra, o que o senhor vai tratar?
Presidente Bolsonaro: a Anvisa é uma Agência importantíssima. Eu estou indicando o almirante Antonio Barra Torres como presidente. A Agência trata de vidas, de medicamentos, são licenças que, por vezes, não podem ficar tanto tempo paradas. Sabemos a quantidade de trabalho que tem e temos trabalhado com ele [Diretor-Presidente Substituto, Antônio Barra Torres] para colocar essa agenda para frente, para o bem do Brasil.  Nós temos, por exemplo, um médico chamado Pacheco. Ele é de São Paulo e comprovou, fora do Brasil, uma droga, em que a pessoa que tem uma fratura cervical, até o quarto dia, caso ela venha ser tratada, ela pode voltar a andar. Essa liberação está atrasada. É isso que nós tratamos o tempo todo com a Anvisa. 

O doutor Pacheco é o médico que descobriu essa droga que, aplicando na cervical, em uma pessoa com ruptura na cervical, ela pode voltar a andar. É isso que eu quero. Eu tenho conversado com pessoas de Agências também, que até pouco tempo – as Agências – são desconhecidas pela mídia e pelo povo. Ninguém sabia qual o trabalho das Agências. Estamos mostrando que as Agências tem de funcionar, tem de ser desburocratizada, tem de ter o apoio do governo e do parlamento, para a gente colocar o Brasil para frente. Esse é o trabalho que a gente tem quando eu estou recebendo integrantes das Agências Reguladoras.

Ascom Sinagências: ontem saiu indicação para diretoria substituta da Ancine. O senhor tem previsão para mais algum substituto na Ancine?
Presidente Bolsonaro: da Ancine eu não sei quem é. Eu não tenho como saber, centenas de nomes que aparecem todos os dias para sair ou para entrar, para integrar, para colaborar com o governo. A Ancine está com o Roberto Alvin. Eu tenho uma agenda com ele hoje ou amanhã. Ou melhor, ele estará na minha live de hoje à noite.  Servidor a entidade quer ouvir você!  Envie sugestões de pautas ou perguntas direcionadas ao presidente da República para a Ascom do Sinagências pelo whatsapp (61) 991051808, ou pelo e-mail: ascom@sinagencias.org.br

Fonte: Ascom/Sinagências
*A opinião do presidente Jair Messias Bolsonaro não é a opinião do Sinagências. Nossa intenção é mostrar na íntegra, o fato como ele realmente é e por fim, nosso compromisso com a verdade da informação.

Os comentários estão encerrados.