fbpx

ANEEL MANTÉM MULTA A DISTRIBUIDORA POR APAGÃO

LEILÃO DA ANP OFERTARÁ 284 BLOCOS EXPLORATÓRIOS
10 de agosto de 2006
ANS QUER PROIBIR CARÊNCIAS NA TROCA DE PLANOS
12 de agosto de 2006
A penalidade aplicada à Manaus Energia foi de R$ 2,357 milhões. O motivo: em 4 de outubro, praticamente Manaus inteira ficou sem energia após um curto-circuito
 
Leonardo Goy
08 de agosto de 2006 – 12:47
BRASÍLIA – A diretoria da Agência Nacional de Energia elétrica (Aneel) manteve nesta terça-feira multa de R$ 2,357 milhões aplicada por sua área técnica à distribuidora Manaus Energia. A penalidade, que equivale a 0,3% do faturamento da empresa entre fevereiro de 2005 e janeiro de 2006, deveu-se a falhas detectadas pela Aneel que levaram a um "apagão" que deixou quase toda a cidade de Manaus sem energia, na noite do dia 4 de outubro do ano passado.
 
Segundo relatório da Agência, a interrupção, que começou às 21h15 daquele dia, foi provocada por um curto-circuito na estação Cachoeirinha. Durante o processo de recomposição do sistema, à 1 hora do dia 5, ocorreu novo desligamento geral do sistema, ocasionado pela sobrecarga de um transformador. Isso, segundo a Aneel, ocorreu por falha de operação durante o processo de retomada da energia.
 
Resultado foi que o restabelecimento da carga na capital amazonense só foi concluído às 4h50, o que significa que todo o processo de restauração da energia durou sete horas e meia.
 
Com a manutenção da multa pela diretoria da Aneel, a Manaus Energia não tem mais como recorrer da decisão na esfera administrativa, restando-lhe, agora, somente a via judicial.
 
Fonte: O Estadão

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato