fbpx

Os servidores da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), tanto do Quadro Efetivo como do Quadro Específico participaram na manhã do dia 13/04, em frente à sede da Agência, em Brasília, de uma mobilização a favor das reivindicações da categoria e pela continuidade da greve. Acompanharam o ato público servidores da Antaq, ANP e Anvisa, solidários com a causa.

Clique aqui e assista o vídeo do ato público

O presidente do Sinagências, João Maria Medeiros (companheiro da Anvisa), destacou que a proposta apresentada pelo governo ao conjunto da categoria é "insuficiente e indecente", por que não atende às reivindicações dos servidores. "Apelo ao presidente Lula e ao ministro Paulo Bernardo que voltem às origens e respeitem o trabalhador, como sempre defenderam", afirmou Medeiros. O presidente do sindicato disse ainda que a greve é um direito constitucional e que nenhum servidor pode ser perseguido pelos seus superiores. "Nosso movimento é a favor das agências. Queremos remuneração adequada e que as agências não sofram cortes orçamentários nem contingenciamento de recursos", finalizou o presidente.

Outros companheiros também usaram da palavra para denunciar a injustiça e desigualdade proporcionada pelo governo federal aos servidores das agências reguladoras, cujos salários são distintos entre antigos e novos e entre os novos, que não são aderentes aos do Ciclo de Gestão e das carreiras de fiscalização. O Sinagências segue intransigente na luta pela GDAR e GDATR em 100% e pela equiparação salarial dos antigos com a Lei 10.871/2004, além de outras demandas que podem ser conferidas aqui no site.

O Jornal Hoje, da Rede Globo de Televisão, e a Rádio CBN, cobriram a greve do Sinagências.

Continue acompanhando os estágios da greve e do nosso movimento, conferindo notícias e fotos no site do sindicato.

Sinagências, o Sindicato de todos!
Contribua para o futuro da categoria, clique aqui e filie-se ao Sinagências
LOGIN