fbpx
Interferências políticas e evasão de pessoal asfixiam Agências Reguladoras e ANM-DNPM
10 de julho de 2013
MATO GROSSO DO SUL/MS – EDITAL DE CONVOCAÇÃO – Assembleias-Geral Deliberativas do Sinagências, dias 10 e 11/7
10 de julho de 2013

Nosso país está sendo sacudido nas últimas semanas por grandes manifestações. O povo está indo às ruas, com a juventude à frente, para cobrar dos nossos governantes solução para as mazelas que afligem a vida de todos: além do transporte, saúde, educação, moradia, inflação, violência policial, corrupção, desmandos dos políticos, entre muitas outras.

A classe trabalhadora brasileira precisa ocupar o seu lugar nesta luta, entrar nela com todas as suas forças, de forma organizada, e em defesa de suas reivindicações. Somos parte e apoiamos as manifestações que estão nas ruas, apoiamos suas bandeiras. Precisamos, com nossa ação, fortalecer esse processo de lutas e agregar às bandeiras das ruas, as reivindicações da nossa classe.

A CUT, à qual o Sinagências é filiado, e demais centrais sindicais estão convocando os trabalhadores e a população em geral para saírem às ruas e promover grandes manifestações de protesto e passeatas, na próxima quinta-feira, dia 11 de julho, no chamado Dia Nacional de Mobilização pela Pauta da Classe Trabalhadora.

Por isso, o Sinagências reforça a importância da participação dos servidores de sua base nesta mobilização nacional, pois todos nós lutamos por um Brasil melhor, com desenvolvimento, valorização do trabalho, distribuição de renda e justiça social. E também sabemos que isso passa por uma regulação federal forte.

O movimento, que conta com a participação do Fórum em Defesa dos Servidores e Serviços Públicos, busca também uma audiência com a ministra Miriam Belchior. O objetivo é levar adiante o debate sobre itens que compõem a campanha salarial unificada da categoria e cobrar investimentos adequados que garantam serviços públicos de qualidade para a população; demanda que é um dos clamores centrais das manifestações que têm agitado o País recentemente e tende a continuar.

E este é o momento certo para conquistar os avanços necessários para que tenhamos, realmente, um Brasil mais justo e igualitário, com valorização do nosso trabalho, melhor distribuição de renda e oferta de serviços públicos de qualidade.

Vamos avançar com a nossa pauta e a das classes trabalhadoras para termos um Brasil melhor.

  Não se esqueça: 11 de julho – Dia Nacional de Mobilização pela Pauta da Classe Trabalhadora 

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato