fbpx
Companhia Aérea Webjet, conveniada do Sinagências, está com grandes ofertas
3 de fevereiro de 2011
Governo Federal quer uma única lei para as agências reguladoras
4 de fevereiro de 2011

Representantes do Sinagências, Univisa e Aner se reuniram no último dia 2 com os diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Maria Cecília Brito, José Agenor Álvares da Silva, Dirceu Barbano, a Gerente-Geral de Gestão de Recursos Humanos, Lúcia Masson, e a ouvidora, Vera Maria Bacelar, para dar continuidade à reunião realizada no último dia 11 de janeiro.

Um dos assuntos esclarecidos durante a reunião foi a questão do sistema de controle de acesso questionada pelos representantes dos servidores. A diretoria explicou às entidades que a portaria sobre o sistema estabelece entre outros pontos, que o sistema não tem o objetivo de controlar a freqüência dos servidores. De acordo com a direção da Agência as informações serão utilizadas no âmbito administrativo com vistas à segurança institucional, para o registro de horário dos servidores e subsidiará a Corregedoria para fins de pesquisa. Além disso, foi exposto que a referida portaria será específica para Brasília.

A direção da Anvisa informou ainda que já trabalha uma forma de comunicação mais objetiva e clara no intuito de esclarecer todos os servidores sobre o assunto.

Em relação aos impasses decorrentes dos pedidos de remoção, a diretoria informou que será feito um levantamento do número de vagas e um edital será publicado com a indicação dos lugares com vagas e os critérios para a remoção.

A Gerente-Geral de Gestão de Recursos Humanos, Lúcia Masson, informou ainda que será feita uma pesquisa clara e objetiva que irá subsidiar a elaboração do edital. O documento será divulgado internamente na Anvisa com as informações necessárias para os servidores que desejam optar pela remoção.

Foi destacada durante a reunião a importância de esclarecer os servidores e as entidades sobre o que é e como funciona o trabalho em PAFs, uma vez que a maior parte das solicitações de remoção é para esses lugares.
Dirceu Barbano informou que será feito uma minuta do edital de remoção para ser discutido entre as entidades e a Agência e, posteriormente, será realizado um trabalho de divulgação e esclarecimento sobre os critérios para esse processo.

Outro tema levantado durante a reunião foi a questão da Progressão e Promoção dos servidores da Anvisa, com destaque para a definição do marco inicial e os critérios para a avaliação.

Barbano sugeriu um canal de interlocução permanente entre os servidores e a Agência para a discussão do tema e destacou a necessidade de definição de um entendimento sobre P&P para o fechamento de uma minuta de regulamentação.

Dirceu Barbano falou ainda sobre temas como a necessidade de divulgação da agenda dos diretores para o público em geral e a transmissão pela intranet das reuniões da Diretoria que tratem sobre o tema gestão, o que proporcionaria maior transparência e segurança ao público externo.

O secretário-geral do Sinagências, Geraldo Marques, defendeu o importante passo que a Agência está oferecendo no sentido de esclarecer a questão do sistema de controle de acesso na Agência e destacou a necessidade de uma pesquisa para saber os motivos pelos quais os servidores desejam ser removidos. Geraldo Marques defendeu ainda a avaliação da gestão da Agência e o reconhecimento do trabalho dos servidores, citou o exemplo da homenagem da Infraero concedida ao servidor José de Lima Dias, que prestou serviços na Anvisa durante quarenta anos no aeroporto de Brasília e não obteve o reconhecimento do seu trabalho por parte da Agência.

Sinagências, o Sindicato de todos!
Contribua para o futuro da categoria, clique aqui e filie-se ao Sinagências

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato