fbpx

Servidores da ANS fazem Ato Público pela anulação da Sabatina de candidato a Diretor da ANS

Sinagências cria canal de comunicação para receber denúncias dos servidores das ARs
6 de agosto de 2013
CONVOCAÇÃO: Assembleia Informativa do Sinagências com servidores lotados nas Agências Reguladoras na Paraíba
6 de agosto de 2013

Servidores da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizaram um Ato Público na segunda-feira (5), na porta da sede da Agência, pela anulação da Sabatina baseada em curriculum de candidato que omitiu suas atividades prévias como Diretor Jurídico da Operadora Hapvida.

Os servidores manifestaram seu apoio ao Senador Randolfe Rodrigues e ao Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) em suas iniciativas para anular a Sabatina. Está em jogo a transparência e a obrigação do Senado Federal em conhecer as atividades profissionais de qualquer pretendente a cargo diretivo em agências reguladoras federais.

Entenda o caso

Nomeado pela presidente Dilma Rousseff para o cargo de diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), depois de ser sabatinado e ter seu nome aprovado pelo Senado, o advogado Elano Rodrigues Figueiredo omitiu do currículo sua atuação anterior como defensor de planos privados de saúde. No currículo que enviou ao governo, Figueiredo não mencionou que foi diretor Jurídico da HapVida, empresa que atua no Nordeste vendendo planos para classes C e D, e que se tornou a terceira maior operadora de planos de saúde do país em número de clientes.

Tanto o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) quanto o líder do PSOL no Senado, Randolfe Rodrigues (AP), querem a anulação da sessão de sabatina na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) daquela Casa Legislativa, que aprovou o nome de Elano Rodrigues Figueiredo para uma diretoria da ANS.

Fonte: Assetans, com Sinagências

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato