fbpx
Mobilizar as bases para colocar a pauta dos trabalhadores na agenda prioritária do governo
13 de maio de 2013
Sinagências obtém sentença favorável ao pagamento da GDPCAR em 80 pontos aos aposentados e pensionistas da ANS
14 de maio de 2013

Uma operação da Agência Nacional de Aviação (Anac) e da Polícia Federal suspendeu nove aeronaves em Sorocaba e 12 em Jundiaí (SP). Ao todo, 46 aviões foram fiscalizados em Jundiaí e 43 em Sorocaba.

A 5ª Operação Especial de Fiscalização da Anac é um novo modelo de blitz da aviação, que já é feita separadamente por cada órgão, mas que este ano conta também com algumas dessas fiscalizações em conjunto. Em todo o estado, mais de 350 aeronaves da aviação geral foram fiscalizadas.

Foram quatro dias de operação, que começou na terça-feira (7) e terminou nesta sexta-feira (10). Durante este período, foram fiscalizados seis aeroportos no estado, dois na capital (Congonhas e Campo de Marte) e outros quatro no interior (Bragança Paulista, Campinas, Sorocaba e Jundiaí).

Segundo a Anac, a escolha destes locais foi por causa de denúncias de irregularidades e por terem um grande fluxo de tráfego aéreo.
Este ano, mais duas operações desse tipo devem ser feitas em outros aeroportos do estado de São Paulo.

A aeronave do empresário do cantor Gusttavo Lima foi uma das impedidas de sair do aeroporto de Sorocaba, na tarde desta quarta-feira (8), conforme informou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Fonte: G1

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato