Servidores da ANTT realizam campanhas de orientação aos caminhoneiros

IRPF 2020 – Adiamento e hipóteses de isenção
13 de abril de 2020
Nota de pesar
20 de abril de 2020

Servidores da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em parceria com SEST/SENAT e PRF realizam desde o dia final de março, diversas ações cotidianas de conscientização nas rodovias de todo o país, diante da necessidade de orientar e apoiar os caminhoneiros que ainda trafegam apesar da pandemia.  Batizada de operação de “Avante, Caminhoneiro”, uma dessas ações se desenvolveu semana passada e foi realizada na rodovia BR-040, em Ribeirão das Neves, estado de Minas Gerais.

Na ação, os servidores distribuem kits e conversam sobre instruções de higiene com caminhoneiros. Esses profissionais recebem orientações sobre o trabalho seguro durante a pandemia e têm a medição de pressão e temperatura corporal feitas.  A servidora da Agência, técnica em regulação e supervisora do posto de fiscalização de Belo Horizonte, Rosiane Flávia, que atua nessa ação no estado mineiro avalia o potencial benéfico da Agência estar próxima ao cidadão, também em momentos como esse.

“É muito importante a ANTT se fazer presente nesse momento, pois nossos serviços podem ajudar muitas pessoas. Seja no combate ao transporte clandestino, que aumentou com a interrupção das viagens regulares, ou no apoio aos caminhoneiros nas estradas.  Aqui em Minas estamos com parcerias junto à diversos órgãos para contribuir e ajudar os transportadores de cargas nessa pandemia. Além da distribuição de kits de higiene básicos, também detalhamos as orientações de como agir no trajeto deles para evitar contaminação e disseminação do vírus pelo país”.

Na outra ponta, os caminhoneiros sentem-se acolhidos e após a entrega, conversa e medições, segundo a supervisora “eles têm recebido de forma amistosa essas ações, com muita alegria e agradecendo o apoio desses órgãos na difícil jornada deles”. Além destas ações, os servidores da ANTT têm atuado de forma implacável no combate ao transporte clandestino interestadual de passageiros, consequência direta do aumento da frequência devido a paralisação de diversas linhas do serviço regular nas rodoviárias.

Nas regiões de fronteira, os servidores da Agência participaram recentemente da repatriação de 1.440 brasileiros que estavam na Bolívia, impedidos de regressar ao país devido as restrições de mobilidade causadas pela pandemia. Já em Corumbá/MS, os repatriados serão encaminhados de ônibus devidamente higienizados e inspecionados pela Vigilância Sanitária e pela ANTT para suas localidades de origem. Participaram da ação, além dos servidores da ANTT, servidores da Anvisa, o Exército Brasileiro, a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Recentemente, em ofício enviado à Direção da Agência, (clique aqui) o Sinagências reiterou a importância de ações de conscientização como essa e também a adoção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos servidores que atuam na linha de frente ao combate do COVID-19.

Por fim, os servidores públicos das Agências Nacionais de Regulação tem desempenhado sua missão de garantir a plena operação de infraestruturas críticas a nação (energia, transportes, telecomunicações, etc.), como também na vigilância e defesa epidemiológica de todos os brasileiros. Estas atividades, de fiscalizar e regular, são exclusivas do Estado Brasileiro e não podem ser delegadas.

Fonte : Ascom / Sinagências

 

 

 

Os comentários estão encerrados.