quinta-feira, dezembro 14

Sinagências participou de Ato da Assetans contra a Reforma da Previdência

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O Sinagências participou, no início da tarde, de terça-feira (05), na sede da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), no Rio de Janeiro, do Ato da Assetans contra a Reforma da Previdência. A manifestação mobilizou cerca de 40 servidores das Agências Reguladoras da ANTAQ, ANS, ANP, ANATEL e ANCINE.

O ato faz parte de uma das ações deliberadas na Plenária que a entidade realizou na manhã da última sexta-feira (01), com servidores das Agências definindo a participação conjunta na mobilização.

A indicação é que a categoria deve se manter mobilizada e em estado de alerta contra qualquer possibilidade de avanço da Reforma no Congresso Nacional, possibilidade esta que o Governo trabalha diariamente para fazer o projeto ser pautado no Plenário e ser votado pelos deputados ainda antes do recesso parlamentar.

O presidente do Sinagências,  Alexnaldo Queiroz,  participou do ato e falou aos servidores para se manterem em estado de alerta contra as manobras e tentativas do governo.

“O Governo está usando verbas, bilhões para prefeituras e o fundo partidário para aprovar a Reforma da Previdência. Temos que ter muita atenção e fazermos atos permanentes de preferência indo a todas as Agências, dialogando e mobilizando toda categoria, somando e nos pautando pela unidade para a luta contra a Reforma”, declarou ele durante sua fala.

No decorrer do ato o presidente,  ainda retirou  a falácia  que aponta o serviço público como um dos responsáveis pelo desajuste nas contas da Previdência.

“Nós servidores fizemos tudo certo, estudamos, nos dedicamos e passamos em concursos, somos altamente qualificados para nossas funções, para cuidar de mercados globalizados e ajudamos a possibilitar ao consumidor e cidadão,  bens de consumo, empregos que propiciados com a organização do mercado a criação de novas vagas. Não devemos ser  responsabilizados por gestões temerárias, falsos discursos de governantes e atos de corrupção, sigamos na unidade”.

Também participaram do Ato da Assetans o diretor financeiro, Claudio Xavier e o diretor de Cultura, Carlos Zenão.

Fonte : Ascom/Sinagências

Share.

Sobre o autor

Comentários desabilitados.